Começamos o dia com a observação de aves no Jardim Botânico. Um dia muito frio (8°C), com uma garoa fina caindo, um pouco de neblina: nada impediu que 25 observadores, sócios e participantes em geral, observassem 27 espécies ao longo das trilhas do Jardim Botânico.

Como atrações especiais, além dos beija-flores dourados nas flores do molungu, também observamos um sabiá-laranjeira leucístico e dois encontros (Icterus pyrrhopterus) no topo de uma das árvores.

Retornamos para a sala de reuniões na Escolinha,onde foi iniciada a reunião às 9:45hs. O Sr. Antonio Carlos de Brum, Presidente do COA-POA deu iníco a reunião com a excelente notícia que finalmente obtivemos o CNPJ para o Clube, abrindo assim a possibilidade de participarmos em novos projetos e captarmos recursos quando for de interesse do Clube junto aos órgãos competentes. Também foi lembrado que teremos em breve a Assembléia Geral (em Novembro) para eleição da nova diretoria e que os sócios interessados devem compor as chapas para a eleição dentro do prazo legal. O Sr. Presidente informou que estará viajando a estudos a partir deste mês até Dezembro, ficando a Vice-Presidente, Sra. Maria do Carmo responsável pelo Clube durante este período. Outro tópico relembrado foi a realização da Oficina de Aves, tradicional evento do Clube, e que este ano será realizado no Morro do Osso, provavelmente dias 05 ou 06 de Outubro.

Estava presente e apresentou-se um novo sócio, o Sr. Marcus Vinicius Rodrigues, bem como três participantes de um projeto sobre avifauna em Alvorada.

O colega Armando Divan tomou a palavra e apresentou relato sobre sua viagem ao Nordeste do Brasil, comentando sobre as atrações na Paraíba, Jardim Botânico local, e no Rio Grande do Norte, cidade de Macau,mais especificamente na Ponta do Tubarão.

Às 10H45 teve início a palestra do Sr.Roberto Dall’Agnol, sobre o curso por ele realizado no Laboratório de Ornitologia da Universidade Cornell, em Ithaca, estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos. O curso com duração de oito dias versou basicamente sobre três assuntos:

  1. identificação de aves ( perfil,tamanho,padrões de cores/penas,comportamento e habitat)
  2. reprodução,atração e vocalização ( incluindo os projetos de bioacústica do laboratório)
  3. evolução,diversidade e hibridização

O palestrante tambêm apresentou as últimas novidades em softwares desenvolvidos pelo Laboratório, como o Merlin, que auxilia na identificação das aves, o eBird que permite o registro das aves observadas ao longo de um trajeto, e o Raven, que auxilia na qualidade das gravações dos cantos das aves.

Nada mais havendo a tratar foi encerrada a reunião, lavrada a presente Ata pelo Secretário e firmada pela Presidente e pelo Secretário.

Porto Alegre, 11 de agosto de 2018.

Antônio Carlos de Brum Roberto                                           Luiz Dall’Agnol

Presidente                                                                       Secretário

A reunião do mês de julho iniciou com a caminhada de observação de aves no Jardim Botânico, das 8h10min às 9h45min. Foram observadas 38 espécies (descritas na lista publicada no final desse relato), um bom número considerando a época do ano (inverno). O dia estava ensolarado e pouco frio.

Antônio Brum iniciou a reunião presencial na Escolinha as 10h, dando as boas-vindas e comentando sobre as espécies observadas, dentre elas alma-de-gato e alegrinho.

Em seguida, os quatro novos sócios foram apresentados e em conjunto também foi apresentado o site do COA, as principais atividades e os planejamentos das próximas saídas do grupo. Também foi explicado como que é possível adquirir produtos na loja virtual.

Destacamos a visita nesta reunião do colombiano Fredy Gutierrez, que desenvolve atividade de promoção cultural e turismo e está envolvido na observação de aves no seu país e no Brasil; e da australiana Charlie Wright, que ao se apresentar falou um pouco do seu trabalho que vem desenvolvendo no Brasil e na Austrália, consistindo na elaboração de planejamento para criar conectividade entre propriedades rurais e beneficiar o deslocamento da fauna. Também estiveram presentes o Advogado Juarez Freitas, sua esposa Maria e o filho Thomas, todos envolvidos no estudo de questões ambientais.

Iniciamos a apresentação das saídas realizadas no último mês pelo Eduardo Chiarani. A última saída foi para Morro Reuter. Nessa saída tivemos 7 participantes e foram observadas 57 espécies de aves e 2 mamíferos, cujo relatório será postado em breve.

Logo depois, Glayson Bencke relatou a saída para observação de aves pelágicas em Torres. Além de promover uma ampla e ótima discussão sobre identificação de aves pelágicas e como identificar a idade dos jovens albatrozes pela troca de penas e como se dá a muda de penas desse grupo de aves. Foi um momento bem produtivo para todos os presentes, gerando muitas perguntas.

Finalizando a reunião, tivemos os relatos dos associados que mostraram interesse em apresentar suas fotos das últimas saídas. A sócia Ana Azevedo da Silva e do novo sócio colombiano, Fredy, que apresentou um vídeo sobre regiões importantes para a observação de aves na Colombia.

A reunião encerrou-se as 12h.

Lista de aves observadas

Clique aqui para baixar a lista de aves observadas.

Fotos

1

 

2

 

3

 

4

 

Data: 18 de agosto de 2018. O ponto de encontro será às 7:30h no Centro de Informações na Sede da Unidade.

Vagas: 20 pessoas. Os menores entre 6 e 16 anos incompletos não contarão na soma dos participantes.

Transporte: carros particulares (rateio dos custos entre os ocupantes dos veículos).

AlimentaçãoCada participante deve levar seu lanche.

Atividades: serão definidas no local pela diretoria técnico-científica.

Requisito para inscrição: estar em dia com a anuidade de 2018 do COA – POA.

Menores de idade: nesta saída serão admitidos menores de idade entre 6 anos e 16 anos incompletos, acompanhados de pelo menos um dos pais ou responsável. 

Inscrição e detalhes da saídaA inscrição será através do Fórum do COA-POA neste linkAli você também poderá oferecer, solicitar e combinar caronas e esclarecer dúvidas. As inscrições enceram-se às 15:00h do dia 16 de agosto de 2018.

Observações finais:

  • Leve seu guia de identificação, lista de campo e binóculo.
  • Proteja-se contra os insetos que podem ser abundantes nesta época do ano.
  • É sugerida a utilização de calçados adequados para longas caminhadas, em trilhas eventualmente enlameadas.
  • É aconselhável o uso de perneiras para evitar ataque de cobras.
  • Levem capa de chuva.
  • Providencie meios de proteger-se da ação nociva dos raios solares.
  • Providencie meios de transportar água e comida necessária para as caminhadas.
  • Se você vai fotografar, não esqueça de levar uma ou mais baterias de reserva (carregadas), bem como cartões de memória suficientes para muitas fotos.